Mariana & Miguel, 4 de Setembro




Há dias que nunca serão esquecidos pela nossa equipa, um desses dias será o 3 de Setembro de 2010. E perguntam-se vocês, "então mas no título o casamento foi no dia 4!" - sim, está correcto, mas para nós que seguimos para a Chamusca no final do dia 3, foi uma noite memorável! A carrinha do Nuno começa a dar problemas numa estrada completamente deserta, onde a única fonte de luz era proveniente do céu e nem sequer havia lua. Depois acabámos por ir todos no carro do Miguel, 4 pessoas e mais bagagem que o contingente Norte Americano na cimeira da NATO. Para terem uma ideia e só nos 2 bancos da frente, eram 3 adultos com mais de 80 quilos cada para 2 lugares, portanto, foi espectáculo!

Já no dia 4, começo por dizer que a Mariana e o Miguel foram uns pioneiros em explorar o conceito "4 em 1", é verdade, depois do Vidal Sassoon ter modificado para sempre um slogan que muitos funcionários públicos teriam problemas em entender, eis que alguns anos depois, surge uma nova revolução. Foi 1-Noivo, 2-Noiva, 3-Cerimónia e 4-Copo de Água, tudo no mesmo local, impressionante!

O dia foi tão calmo que pasme-se! Ás 10:30 estávamos a ponderar ir à piscina dar um mergulho. Ao invés, fomos tomar o pequeno almoço e dar pão aos patos, que nos faziam companhia na Herdade.

Pouco depois vestimos o fato-macaco e lá começámos a fotografar o Miguel. O noivo é uma paz de alma e tem sempre assunto para conversa e dentro de casa foi muito fácil de se trabalhar. Por outro lado, lá fora estava tanto calor que a palavra "piscina" e a imagem de um tanque azul cheio de água começavam a ser visões infernais :)

A Mariana que tinha ido ao cabeleireiro, maquiagem etc ... Não fugiu aos atrasos dignos da noiva, mas quando chegou, portou-se que nem uma princesa e esteve brilhante numa sessão que contou com a presença forte de ar-condicionado.

Do quarto da noiva à cerimónia, foram uns 40 metros, um recorde quase absoluto! O local da cerimónia estava lindíssimo, com muitas árvores, um belo lago e ... alguns patos que pese o enorme pequeno-almoço, já não se faziam ouvir.

Com a cerimónia terminada, cortou-se o bolo quase de imediato e perdemos alguns minutos em fotos com os noivos. A luz mostrava-se em grande plano e a quinta tem recantos muito bonitos a serem explorados.

Entrámos para o jantar e pouco depois estava tudo a dançar ao ar livre, afinal, a festa estava boa e a noite era ainda uma criança.

Como é que chegámos a casa? Bem, essa é outra história, para outro Mito Urbano :)











1 comentário:

Cátia disse...

As fotos estão lindas como sempre mas já esse texto faz-me algum deja Vu. Oh Bruno, o dia 11/06/2008diz-te alguma coisa?? :P Bjs e felicidades aos noivos!